Palavras nossas

Tenho-me esquecido um pouco de ti. Agora que escrevo palavras que não são apenas tuas, os dias vão passando, sem que me aperceba, e não te dou notícias…

Este novo meio de te escrever, de certo modo, torna-nos mais próximos, podemos ir matando saudades, ou antes, tu podes ir matando saudades. Podes ir lendo as palavras que te escrevo, as cartas que não chegam ao marco do correio.

Posso não escrever propositadamente para ti, mas mesmo nessas palavras saberás de mim, terás notícias minhas, saberás como correm os meus dias. Mas não me posso descuidar, foi para ti que comecei a escrever, talvez por tua causa tenha parado e agora levaste-me, mais uma vez, a entrar no mundo das palavras. Por isso, e porque sempre leste com agrado o que a minha imaginação ditava, julgo que devo continuar a escrever apenas para ti algumas das minhas palavras.

Todas as palavras que ficaram para trás, sei que as vais ler um dia e nesse dia, elas lá estarão à tua espera, com muita saudade para matar…

One comment on “Palavras nossas”

  1. E esse dia chegou… vou ler e saborear casa palavra enquanto recordo momentos esbatidos, distantes. Pergunto-me várias vezes porquê assim. Continuo à procura de uma resposta. Beijos,


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: